Seminário Internacional Etnologia Guarani - e-ISSN: 2526-0863

Capa e projeto gráfico: Tatiane Maíra Klein; Foto capa: Casa de reza Dona Floriza e Seu Jorge, Aldeia Jaguapiru, Dourados/MS. Acervo pessoal: Lauriene Seraguza Olegário e Souza

SEMINARIO INTERNACIONAL ETNOLOGIA GUARANI: Diálogos e contribuições

6, 7 e 8 de outubro de 2016

Local: Universidade Federal da Grandre Dourados - UFGD

Dourados/MS

O Seminário Internacional Etnologia Guarani: diálogos e contribuições emerge da necessidade de encontro e conversas entre pesquisadores indígenas e não indígenas em especial estudiosos e demais interessados sobre os povos falantes da língua guarani. O evento é uma parceria entre a área de ciências humanas da Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu e o Programa de Pós-Graduação em Antropologia Sociocultural – PPGAnt/UFGD. Trata-se de evento conjunto entre a Faculdade Intercultural Indígena – FAIND e a Faculdade de Ciências Humanas – FCH, ambas da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD. O público alvo são os alunos do curso de Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu, demais cursos da UFGD, de outras universidades e a sociedade em geral.

O cone sul do Mato Grosso do Sul atualmente é habitado por mais de 50 mil pessoas, Guarani e Kaiowá, distribuídos em dezenas de comunidades e variadas formas de assentamento. Conta com a presença de várias instituições de ensino superior, acessadas por centenas de indígenas na graduação e na pós-graduação. Assim, o estado tornou-se um expoente campo produtor de conhecimento e receptor de pesquisadores de distintas localidades e instituições que buscam produzir conhecimento nas diversas áreas sobre e com os indígenas falantes de guarani, denominados no Mato Grosso do Sul como Kaiowá e Guarani.

Ademais, a Universidade Federal da Grande Dourados comemora em 2016 dez anos da criação do primeiro curso específico para a população indígena Kaiowá e Guarani. Trata-se da Licenciatura Intercultural Indígena Teko Arandu, lotada na Faculdade Intercultural Indígena. Esta faculdade conta atualmente com mais de 200 acadêmicos cursistas e cerca de 120 professores kaiowá e guarani licenciados.

Em MS, há 15 anos atrás, não havia um único professor indígena com formação diferenciada. O VII Fórum de Educação Escolar Indígena, reunido na Aldeia Jaguapiru, Dourados – MS, contou com mais de 600 professores indígenas habilitados em cursos de formação de nível superior e médio. A estimativa do Fórum é que há, no estado, 800 profissionais indígenas de diversas etnias atuantes nas escolas indígenas. Este contexto confere relevância à reflexão sobre o papel dos professores indígenas em suas comunidades e os desafios da consolidação de uma educação diferenciada em sintonia com as necessidades das comunidades.

Temos assistido nas últimas décadas o recrudescimento das disputas territoriais com grande impacto sobre as populações indígenas do estado que vivem confinadas em reservas superpovoadas ou em áreas precárias à beira das rodovias, acampamentos e retomadas. Este cenário marca profundamente as especificidades do trabalho de campo em etnologia no Mato Grosso do Sul, pois é preciso considerar as experiências destas populações que afetam a sociedade do entorno e as universidades. A produção de conhecimento junto a comunidades indígenas em Mato Grosso do Sul é constantemente desafiada a contribuir no diálogo entre as iniciativas de intervenção do Estado e as demandas das comunidades.

Este momento de intercâmbio e troca de saberes proporcionará aos acadêmicos e pesquisadores das instituições de ensino e pesquisa e da sociedade em geral, um espaço de diálogos e de intercâmbios de experiências de trabalho de campo e abordagens metodológicas e teóricas.

Programação

Quinta-feira, 06/10/2016

Anfiteatro da Reitoria – UFGD, Unidade I

7h30 Jehovasa e Bro'MCs

8h Mesa de abertura

8h20 MESA REDONDA | Modos Indígenas de Conhecimentos e Educação Escolar Indígena

Conferencistas: Marta Azevedo (Unicamp), Dominique Gallois (CEstA/USP) e Eliel Benites (FAIND/UFGD) | Debatedora: Teodora Souza (FAIND/UFGD) | Mediador: Antonio Dari Ramos (FAIND/UFGD)

 

11h Mostra de vídeo ASCURI | “Água: os guardiões do rio Apa e “Retomada Teykue”

12h Almoço

14h GRUPOS DE TRABALHO

Salas de aula – FAIND e FCH, Unidade II

 

Gênero e geração em sociedades indígenas

Coordenadoras: Lauriene Seraguza Olegário e Souza (FAIND/UFGD) e Graziele Dainese (FCH/UFGD) | Debatedoras: Célia Foster Silvestre (UEMS) e Mariana Pereira (UFMS)

Territórios e Territorialidades indígenas

Coordenadoras: Rosa Sebastiana Colman (FAIND/UFGD) e Juliana Grasieli Bueno Motta (FCH/UFGD) | Debatedoras: Graziella Reis de Sant'Ana (FCH/UFGD) e Eliel Benites (FAIND/UFGD)

Educação Escolar Indígena em situações reserva, de acampamento e de retomada

Coordenadores: Veronice Lovato Rossato (SED-MS),  Noêmia dos Santos Pereira Moura (FCH/UFGD), Maria Aparecida Mendes de Oliveira (UFGD/FAIND) | Debatedoras: Judite Gonçalves Albuquerque (UNEMAT), Adir Casaro do Nascimento (UCDB), Anari Felipe Nantes (Secretaria Municipal de Educação)


Saúde indígena

Coordenadores: Catia Paranhos (FCH/UFGD) e Leandro Lucato Moretti (PUC-SP) |Debatedor: Esmael Alves de Oliveira (FCH/UFGD) e Aline Castilho Crespe (FCH/UFGD)

 

 

Direitos indígenas e indigenistas

Coordenadores: Luiz Henrique Eloy Amado (PPGAS/MN/UFRJ) e Marco Antônio Delfino de Almeida (MPF/MS) | Debatedor: Luiza Gabriela Meyer (MPF/MS), Antônio Hilário Aguilera Urquiza (UFMS)

Rituais e práticas religiosas indígenas

Coordenadores: Izaque João (Museu do Índio) e Antonio Dari Ramos (FAIND/UFGD) | Debatedora: Graziele Acçolini (FCH/UFGD)


Movimentos Indígenas

Coordenadores: Neimar de Sousa Machado (FAIND/UFGD) e Otoniel Ricardo (ATY GUASU) | Debatedor: Jorge Gomes (ATY GUASU)


Regime de circulação de saberes indígenas

Coordenadores: Cândida Graciela Chamorro Arguello (FCH/UFGD) e Augusto Ventura dos Santos (CestA/USP) | Debatedores: Lídio Cavanha Ramires (SED Caarapó) e Leif Ericksson Nunes Grunewald (FCH/UFGD)


Estado e política indigenista

Coordenadoras: Edir Neves Barbosa (FAIND/UFGD) e Silvana Jesus do Nascimento (PPGAS/UFRGS) | Debatedores: Renata Lourenço (UEMS) e José Manuel Flores Lopez (UNICAMP)


Metodologias em pesquisas em etnologia indígena

Coordenadoras: Beatriz dos Santos Landa (UEMS) e Tatiane Klein (CestA/USP) | Debatedores: Rodrigo Amaro de Carvalho (PPGAS/MN/UFRJ) e João Paulo Lima Barreto (UFAM)

 

Demarcação de Terras Indígenas

Coordenadores: Rosely Aparecida Stefanes Pacheco (UEMS) e João Machado (FUNAI) | Debatedores: Diogo Oliveira (FUNAI) e Victor Ferri Mauro (UFMS)

19h30 Sarau – Casa dos Ventos

Sexta-feira, 07/10/2016

Anfiteatro da Reitoria – UFGD, Unidade I

7h30 Jehovasa e Orquestra Guarani Caarapó

8h30 MESA REDONDA | Saberes e práticas na produção e recuperação do território

Conferencistas: Bartomeu Melià (CEPAG-PY), Maria Inês Ladeira (CTI-SP) e Jorge Servin (INECIP – PY) | Debatedora: Leila Yvy Katu (ATY GUASU) | Mediadora: Maria Aparecida Mendes de Oliveira (FAIND/UFGD)

 

11h Mostra de vídeo ASCURI | “Fogo Panambizinho” e “Pehengue Reko”

12h Almoço

13h30 Pa'i Kuara Rendy (Grupo de teatro)


14h
MESA REDONDA | Contribuições da Antropologia para as pesquisas em epistemologias indígenas

Conferencistas: Elizabeth Pissolatto (UFJF), Gilton Mendes (UFAM) e João Paulo Lima Barreto (UFAM) | Debatedora: Aline Crespe (FCH/UFGD) | Mediador: Neimar Machado (FAIND/UFGD)

16h Mostra de vídeo ASCURI | “Cerro Marangatu” e “Yvy Katu”

 

18h MESA REDONDA | Movimentos Kaiowá e Guarani em MS

Conferencistas: Rosalino Ortiz (ATY GUASU), Tonico Benites (ATY GUASU,

PPGAS-MN-UFRJ), Celso Aoki e Jorge Gomes (ATY GUASU) | Debatedor: Spensy Pimentel (UFSB) | Mediador: Levi Marques Pereira (FAIND/FCH)

Sabado, 08/10/2016

Anfiteatro da Reitoria – UFGD, Unidade I

7h30 Jehovasa e Ñemongo'i (Grupo de dança)

8h Mostra de vídeo ASCURI | “As Aventura de Perurimã” e “Tajuja”

9h MESA REDONDA | Saberes, cosmos e seus habitantes

Conferencistas: Valéria Macedo (Unifesp), Roseli Concianza e Valdomiro Aquino (ATY GUASU), Adriana Testa (Unicamp) | Debatedora: Lauriene Seraguza (FAIND/UFGD)

11h30 Almoço

13h30 MESA REDONDA | Formas de existir e de transformar

Conferencistas: Izaque João (Museu do Índio), Tatiane Klein (CEstA/USP), Gersen Baniwa (UFAM) | Debatedor: Anastácio Peralta (ATY GUASU) | Mediador: Leif E. Grünewald (FCH/UFGD)

 

15h40 Leitura de documento final

 

16h Encerramento e chicha com os mestres tradicionais

 


Conferências disponíveis

Não há conferências em andamento. Veja os arquivos para edições anteriores das conferências.


APOIO: UFGD; PPGAnt/UFGD; FCH/UFGD; SABERES INDÍGENAS NA ESCOLA - Núcleo Dourados; FAIND/UFGD; PROLIND

Dourados/MS

 

 

 

e-ISSN: 2526-0863