Sistema Eletrônico de Administração de Eventos da UFGD, Encontro Científico da VIII Semana Acadêmica de Relações Internacionais

Tamanho da fonte: 
​Violência de gênero e a prática extensionista como meio de prevenção.
Izadora Ferreira Feitosa, Mirela Mochi Oliveira

Última alteração: 2019-10-21

Resumo


A violência de gênero é um comportamento refletido pela sociedade pois a mesma seencontra inserida em uma cultura patriarcal e machista que dissemina a ideia de que a mulheré um ser inferior. Nesta realidade, os homens são idealizados como os superiores, osprovedores, os condutores da vida pública da família enquanto cabe às mulheres o papel davida privada, como por exemplo, o papel de cuidar dos filhos e das tarefas domésticas. Essecomportamento decorre por meios diferentes e de formas camufladas, como a ViolênciaDoméstica, Psicológica, Econômica, Social, Exploração Sexual, Patrimonial, entre outros.Baseado nesse histórico, o projeto de extensão visa promover a troca de conhecimento com asociedade marginalizada e conscientizar sobre os direitos humanos. O projeto Ação Contra oTráfico de Mulheres, da Universidade Federal da Grande Dourados, foi criado no ano de2014, com a finalidade de atuar na prevenção desses diversos crimes e na reflexão dessecomportamento. A metodologia Freireana da Educação Popular encontra-se presente duranteoficinas que são ministradas pelas integrantes do grupo à comunidade, abordando diversoseixos temáticos, como: afetividade, feminismo, prática educacional dialógica, participação,igualdade de gênero e respeito à diferença. Desse modo, será possível levar à sociedade civila ciência de que a mulher poderá exercer sua autonomia ao buscar os meios e canais dedenúncia a esse crime, para que as Leis já existentes no legislativo sejam executadas de formaeficaz. Logo, a realidade de qualquer indivíduo poderá ser mudada, o que permite a si umnovo começo.

Texto completo: PDF